Cada Dia, o Ano Todo!
Maio
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
 



...Confiança na adversidade

MANÁ DA SEGUNDA www.cbmc.org.br      www.facebook.com/CBMCBRASIL           

6 de maio de 2013

Quinze anos servindo as comunidades empresarial e profissional


Confiança na Adversidade  Por Rick Boxx

 

É bastante difícil exercer nossas convicções no ambiente de negócios, onde o lema é ver para crer. Torna-se especialmente difícil mantê-las nos tempos duros  de adversidade financeira. Recente caso de fraude hipotecária fez com que eu me lembrasse dessa verdade.

     O negócio de empréstimos imobiliários cresceu rapidamente com a compra de casas por preços baixos no mercado. Essas casas eram restauradas, tornando-as atrativas para potenciais compradores. Os donos desse negócio levantavam o máximo de empréstimos que conseguiam, tomando dos bancos grandes somas de dinheiro e adquirindo o maior número de casas que podiam. 

 E erros aconteceram. Decisões erradas foram tomadas em relação a algumas propriedades. Em outras, o trabalho de reconstrução atrasou e a empresa comprou casas mais depressa do que conseguia vendê-las. Como consequência, uma quantidade enorme não foi vendida, consumindo os empréstimos tomados. 

  Os donos da empresa tiveram, então, que tomar importante decisão: admitir o problema e aceitar as consequências, ou mentir para o emprestador e usar o dinheiro emprestado em outros projetos? O medo venceu sua consciência e sua fé, levando-os a cometer fraude e, por fim, serem acusados criminalmente. 

        A fé foi violada de duas formas. Primeiramente, os tomadores de empréstimos agiram mais agressivamente do que o instável mercado imobiliário permitia, mesmo considerando a desvalorização das propriedades adquiridas. Com certeza, eles não consultaram seriamente a Deus para obter orientação sobre como proceder quando o risco crescente se tornou evidente. Em segundo lugar, eles deixaram de exercer sua fé, confiando que Deus cuidaria dos resultados se fossem honestos com o banco em relação à dívida crescente. Ao invés disso, decidiram mentir e presumir que poderiam esquivar-se da dívida, gastando ainda mais dinheiro.  Poderiam ter evitado a fraude e suas consequências criminais se tivessem dado ouvidos à promessa bíblica em Salmos 23.4, que nos dá a certeza de que podemos confiar em Deus: Ainda que eu ande por um vale escuro como a morte, não terei medo de nada. Pois Tu, ó Senhor Deus, estás comigo”.

   Este salmo foi escrito por um pastor que enfrentava a assustadora tarefa de conduzir seu rebanho por campos ameaçadores e sombrios, onde os animais poderiam se deparar com predadores de todo tipo. Operar uma empresa é bem diferente de apascentar ovelhas, mas o princípio permanece o mesmo: os seguidores de Jesus devem confiar em seu Senhor em tempos incertos e perigosos. 

    Outra passagem, Filipenses 4.6-7, apresenta promessa semelhante: “Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido. E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus”. Os donos das empresas de restauração imobiliária não creram ou não agiram firmados nesta confiança.

 

Se você estiver enfrentando  dilema parecido, tenho uma recomendação a lhe fazer: Escolha a fé e não o medo  !             Próxima semana tem mais!


Rick Boxx é presidente e fundador da 'Integrity Resource Center', escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de 'Momentos de Integridade com Rick Boxx', um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes (fortes@cbmc.org.com) /   MANÁ DA SEGUNDA® é uma refelxão semanal do CBMC - Conecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2008 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: liong@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês./   Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para liong@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

 

1.    Você consegue viver segundo sua fé no seu ambiente de trabalho, apesar de decisões baseadas em lucros, metas, competição e vantagens econômicas?

2.    Se você fosse dono da empresa mencionada neste texto qual teria sido sua atitude?

3.    Para alguns é relativamente simples sustentar a fé em tempos de prosperidade, mas difícil na adversidade. Como é para você?

4.    Você já tentou aplicar à sua vida a recomendação de Filipenses mencionada? Qual foi o resultado?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas com o tema, sugerimos: Salmos 1.1-6; 37.1-6; Provérbios 3.5-6; 10.9;  11.3; 13.6; 16.2-3,9; Mateus 5.13-16. 








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.