Cada Dia, o Ano Todo!
Maio
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
 



Perigosa arma: a LÍNGUA %

               MANÁ DA SEGUNDA http://www.cbmc.org.br
                http://www.facebook.com/CBMCBRASIL    https://soundcloud.com/cbmcbrasil
12 de maio de 2014
Dezesseis anos servindo as comunidades empresarial e profissional   

A Mais Perigosa Arma no Ambiente de Trabalho  Por Robert Tamasy  
Anos recentes têm sido arruinados por horrendos atos de violência no ambiente de trabalho. Especialistas se esforçam para apontar causas e soluções para tais incidentes. Existe, contudo, uma forma diferente de comportamento violento que recebe pouca atenção, mas todos os dias causa grandes males. Eu me refiro à devastação e ferimentos cruéis causados pelo uso indevido ou pelo abuso de uma “arma” que todos nós possuímos: a língua.   Observamos situações em que o gerente chama a atenção do liderado de maneira furiosa e imprópria. Colegas cuja discussão evoluiu para discórdia e daí para uma série de comentários ásperos e depreciativos de ambas as partes. Cliente que atacou o Caixa da loja por algo que achou errado, cego para o fato que o funcionário fez o possível para contornar a situação.  Com ajuda da tecnologia o perigo da língua afiada expandiu-se para o domínio virtual. De maneira precipitada pessoas maldosamente engendram e-mails e SMS ou gravam mensagens expressando sua cólera. Sentimos-nos inclinados a compartilhar pensamentos que não poderíamos nos dar ao luxo de liberar, pela via de escape das mídias sociais.  Este problema não é novo. Bem antes de qualquer um sonhar com Internet, o presidente Harry Truman reconheceu o perigo da comunicação feita antes que o tempo pudesse acalmar as emoções em ebulição. Ele estabeleceu uma regra pessoal: qualquer carta escrita num momento de ira deveria permanecer 24 horas na escrivaninha antes de ser enviada. Somente depois deste “período para acalmar os ânimos”, se nada mudasse, ela seria enviada. Ao final de sua vida Truman tinha acumulado cartas não  enviadas suficientes para encher uma grande gaveta.  A Bíblia aborda o assunto em inúmeras passagens, como em Tiago 3.5-9: A língua é um pequeno órgão do corpo, mas se vangloria de grandes coisas. Vejam como um grande bosque é incendiado por uma simples fagulha. Assim também, a língua é um fogo...[que] ninguém consegue domar. É um mal incontrolável, cheio de veneno mortífero. Com a língua bendizemos o Senhor e Pai, e com ela amaldiçoamos os homens, feitos à semelhança de Deus 
 Eu admito ter sido culpado também nessa área. Durante muitos anos, sempre que a ira fervia, eu cuspia palavras verbalizando meu descontentamento. Assim eu aliviava minha frustração, mas causava grandes danos aos meus leitores. Então, aprendi duas lições importantes para lidar com essa perigosa arma 
Pense antes de falar. Geralmente nos sentimos totalmente justificados naquilo que estamos pensando, mas expressá-lo pode causar mais mal do que bem. “Quando são muitas as palavras, o pecado está presente, mas quem controla a língua é sensato”  (Provérbios 10.19).   
 Procure edificar e não destruir. Quando irados, usamos palavras para atacar os outros, mas é muito mais produtivo usá-las para abençoar pessoas e oferecer encorajamento. “Nenhuma palavra torpe saia da boca de vocês, mas apenas a que for útil para edificar os outros, conforme a necessidade, para que conceda graça aos que a ouvem” (Efésios 4.29).     Próxima semana tem mais!  
Sugestões Para Reflexão ou Discussão
1.    Você pode se lembrar de alguma ocasião em que viu alguém tratar asperamente outro? Como foi que você se sentiu?

2.    O uso errado da língua ou o abuso verbal contra outros já foi um problema com o qual você teve que lutar? Como lidou com isso ou está lidando agora?
3.    Como você reagiria a uma pessoa que habitualmente abusa verbalmente dos outros? Você acha que deveria se envolver? 
4.    O versículo de Efésios citado, nos instiga a usar a fala de maneira positiva para ajudar e não infligir sofrimento. Alguém já fez isso com você? Você se lembra de ter dito algo positivo e construtivo para outra pessoa?  
Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 4.24; 10.20-21; 11.12; 12.14,23; 13.3;  16.23-24; 20.19; 22.11.

Robert J. Tamasy, vice-presidente de comunicações da Leaders Legacy, corporação beneficente com sede em Atlanta. Geórgia, USA. Com mais de 30 anos de trabalho como jornalista, é coautor e editor de nove livros.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes (fortes.sergio@gmail.com)

     MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando 'Business' e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vinculação religiosa, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com as comunidades profissional e empresarial. © 2014 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - liong@cbmc.org.br - Desejável a redistribuição gratuita e na íntegra. A reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês.
Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing, por favor, envie um email para quem lhe enviou o MANÁ escrevendo 'REMOVER DO MANÁ' no campo de assunto.







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.