Cada Dia, o Ano Todo!
Maio
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
 



Mais que obediência ...%

Dezesseis anos servindo às comunidades empresarial e profissional


MANÁ DA SEGUNDA www.cbmc.org.br       http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL    https://soundcloud.com/cbmcbrasil

2 de junho de 2014

Mais Que Obediência à Lei  Por Rick Boxx 

Quando comecei a dar consultoria a líderes empresariais e profissionais procurando inserir verdades bíblicas em cada cenário que se apresentava, me pareceu ser uma boa ideia examinar a mim mesmo primeiramente. Esquadrinhei minha vida em todas as questões do passado, perguntando se não existiriam áreas não resolvidas onde eu tivesse falhado em sustentar os princípios bíblicos que agora serviam como minhas diretrizes.  
Pensei: se eu não estiver disposto a viver pelos padrões estabelecidos por Deus, mesmo que apenas por meio dos benefícios da perfeição de uma visão retrospectiva, como poderei justificar o fato de aconselhar outros líderes e empresários a observar esses padrões? 
Ao realizar esse inventário pessoal, senti-me culpado por um pequeno débito corporativo de uma empresa que eu possuíra anteriormente. Embora se tratasse de uma obrigação corporativa, pela qual pessoalmente eu não tivesse nenhuma responsabilidade legal, Deus tornara claro que Ele queria que todas as minhas tratativas empresariais fossem honestas e acima de qualquer censura, inclusive esse débito do passado. 
   
Foram necessários tempo e esforço, mas finalmente consegui localizar a empresa para a qual o dinheiro era devido e enviei um cheque no valor do débito.   Os donos ficaram surpresos e ligaram para me dizer isso, informando também, que uma vez que fora desconsiderado há já alguns anos, estavam doando o pagamento para uma igreja. 
 
Embora a obrigação financeira tivesse sido perdoada e esquecida, isso não me liberava de minha responsabilidade diante de Deus. Integridade não é uma coisa que você pode ligar e desligar, conforme seus propósitos. Para sermos íntegros devemos nos esforçar para sustentar este padrão 100%, em todo o tempo. Essa situação foi um teste no qual Deus estava pedindo que eu demonstrasse que confiava Nele para fazer o que era certo, mesmo que isso envolvesse  meu talão de cheques.   Efésios 5.3 ensina: “Entre vocês não deve haver nem sequer menção de imoralidade sexual como também de nenhuma espécie de impureza e de cobiça; pois essas coisas não são próprias para os santos”. É fácil professar certas crenças e valores, mas viver à altura deles, especialmente quando há um custo pessoal envolvido, é muito mais difícil. Mas ainda assim isso é parte da nossa vocação como seguidores de Jesus Cristo no ambiente de trabalho. “Atos falam mais alto do que palavras”, diz o ditado. Se esperamos exercer um impacto para a eternidade entre os homens e mulheres com os quais interagimos todos os dias, nosso comportamento precisa ser consistente com as crenças que professamos. 
O padrão de Deus normalmente excede as leis existentes e, como Seus embaixadores, sempre é melhor para nós irmos além do que é exigido. A Bíblia oferece esta advertência: “A integridade dos justos os guia, mas a falsidade dos infiéis os destrói” (Provérbios 11.3). 
  
Por ter resolvido de forma apropriada a questão do débito, não existe o medo de que ele venha algum dia surgir e lançar dúvida sobre a minha integridade como homem de negócios e consultor. E já que o pagamento feito por mim foi repassado a uma igreja local, quem sabe se não foi a resposta de oração por uma necessidade especial daquela comunidade?  Como dizem, nada como matar dois coelhos com uma única cajadada  Próxima semana tem mais!


Texto de autoria de Rick Boxx é presidente e fundador da 'Integrity Resource Center', escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de 'Momentos de Integridade com Rick Boxx', um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes (fortes.sergio@gmail.com).

 


Sugestões Para Reflexão/Discussão

1.     Você acha difícil examinar honestamente a nossa vida e ver se existe alguma questão empresarial ou profissional que ainda precisa ser resolvida?

2.     Embora o autor não tivesse nenhuma obrigação legal pela dívida corporativa, você concorda com sua decisão de restituir aos credores? O que você teria feito?

3.     Você concorda que “atos falam mais alto que palavras”?  Seus atos se alinham bem com suas palavras, com os valores e as crenças que você professa?

4.     Em sua opinião, por que uma reputação de integridade é tão difícil de conquistar e tão fácil de perder?

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Provérbios 10.9; 11.1; 12.19,22; 20.17; 21.6; Colossenses 3.17,23; 2 Timóteo 3.16-17. 


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2014 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: liong@cbmc.org.br - Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.

Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para cbmcbr@gmail.com escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


 

 








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.