Cada Dia, o Ano Todo!
Maio
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
 



O que os outros vêem...? %

MANÁ DA SEGUNDA www.cbmc.org.br  
                              
http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL  https://soundcloud.com/cbmcbrasil

11 de julho de 2016   Dezoito anos servindo às comunidades empresarial e profissional


O Que os Outros Vêem Como sua Identidade?    por   Robert Tamasy

De tempos em tempos ouvimos falar de pessoas que “dão um tempo” no trabalho, nos estudos e até mesmo em seu casamento para “encontrar sua identidade”. É como se a tivessem colocado em algum lugar e esperassem encontrá-la novamente em um depósito de achados e perdidos em alguma parte. Na melhor das hipóteses, essa busca parece ser curiosa, para não dizer tola. Na realidade, nossa identidade significa muita coisa – especialmente no mundo empresarial e profissional. 
  
Vemos isso de forma tangível quando reconhecemos prontamente um logotipo corporativo, como o da Nike, por exemplo, ou McDonalds, Mercedes, Ford, Google, ou de um time de futebol. Anos atrás eu estava na Jamaica e achei surpreendente descobrir objetos em uma loja que representavam um popular piloto de carros de corrida dos EUA à época. Estabelecer uma imagem reconhecível é crucial num mercado competitivo, seja ele local, nacional ou global. 
  
Cartões de visita, fruto de design cuidadoso, ajudam a comunicarmos instantaneamente quem somos e o que fazemos.  Afinal de contas, uma das primeiras perguntas que geralmente fazemos a pessoas que acabamos de conhecer é: “Que tipo de trabalho você faz?” Em outras palavras, “Quem é você – o que você é?” 
   
Quando uma companhia desenvolve um produto exclusivo, passos legais são adotados para assegurar a patente ou a marca comercial para que seus competidores não possam duplicá-la.  As empresas estão se tornando extremamente protetoras quanto a suas marcas, sejam elas uma corporação internacional e multifacetada como a Walt Disney Company, uma universidade de destaque, uma franquia de varejo ou mesmo uma figura pública conhecida.  
   
Trazendo isso para a nossa realidade, você já pensou que ainda que não seja dono de um negócio ou lidere uma companhia, você também tem um “logo”, “marca registrada” ou “selo” que as outras pessoas usam para avaliar quem você é e qual a sua significância? Recentemente eu li esta afirmação: “O seu sorriso é o seu logo; sua personalidade, o seu cartão de visitas; a forma como os outros se sentem após uma experiência com você se torna a sua marca registrada.” E poderíamos acrescentar: “Se as outras pessoas desejam ou não serem iguais a você, se torna o seu selo.” O que você imagina que as pessoas com quem trabalha veem como sua “marca registrada”? Será que elas anseiam por ter um relacionamento com você na esfera pessoal? 
   
Embora a Bíblia não use esses termos, ela oferece  grande percepção de como criar uma marca registrada pessoal altamente negociável. Eis aqui apenas três exemplos de sua sabedoria sobre esse tema:  O poder de ser norteado em direção às outras pessoas.  A sociedade geralmente nos incita a “olhar para o número 1 (nós mesmos)”, mas as pessoas que colocam as outras em primeiro lugar são raras e extraordinárias. “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros.” (Filipenses 2:3-4). 
    
A atração de um espírito generoso. Existem inúmeras causas dignas para as quais podemos doar de nossos recursos, mas uma pessoa sinceramente generosa, que doa espontaneamente, pode beneficiar as outras de inúmeras maneiras. “Cada um dê conforme determinou em seu coração, não com pesar ou por obrigação, pois Deus ama a quem dá com alegria.” (II Coríntios 9:7). 
  
O impacto de demonstrar compaixão. Qual a melhor maneira de tratar as pessoas? Simplesmente, tratá-las da mesma maneira que você gostaria de ser tratado se os papéis se invertessem. “Assim, em tudo, façam aos outros o que vocês querem que eles lhes façam...” Mateus 7:12).    Próxima semana tem mais!     Robert J. Tamasy, vice-presidente de comunicações da Leaders Legacy, corporação beneficente com sede em Atlanta. Geórgia, USA. Com mais de 30 anos de trabalho como jornalista, é co-autor e editor de nove livros. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com). 


Questões Para Reflexão ou Discussão  

1. Qual você considera ser sua identidade, seja profissional ou pessoal? De onde vem o seu senso de identidade?

2. “O seu sorriso é o seu logo; sua personalidade, o seu cartão de visitas; a forma como os outros se sentem após uma experiência com você se torna a sua marca registrada.” Se isso é verdade, como seus amigos e colegas de trabalho o descreveriam?

3. Você já teve dúvidas quanto a sua identidade como pessoa, imaginando quem ou o que você é, pessoal ou profissionalmente? Como você lidou com a experiência?

4. Se você fosse estabelecer sua “marca” pessoal qual seria ela?  Você mudaria alguma coisa na marca que tem atualmente?  Explique sua resposta.

Nota: Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos Provérbios 11:3; 21:5; 29:4; Mateus 5:42-44; Marcos 12:33; Lucas 6:38.   


ManÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Conectando Business e Mercado a Cristo, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2013 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail: liong@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês
Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para liong@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.








Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.