Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

12 de junho Dia dos Namorados *oc
06 19 Corpo de Cristo oc
FOME de AMOR oc cs
festas JUNINAS oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
06 12 'paixonite' ACABA oc rfx
06 20 O que é CORPUS CHRISTI ? oc
VerddS : importa saber oc cs
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
 



Servir ou ser servido? %

MANÁ DA SEGUNDA www.cbmc.org.br

                                             http://www.facebook.com/groups/CBMCBRASIL

                                             https://soundcloud.com/cbmcbrasil

21 de maio de 2018

Vinte anos servindo às comunidades empresarial e profissional


Preferindo Servir a Ser Servido  Por Ken Korkow

 

Alguns anos atrás, a expressão “liderança de servo” ganhou notoriedade nos círculos profissionais e empresariais. Para alguns, era uma contradição, aquilo que os gramáticos chamam de “oximoro”, um paradoxo. Supõe-se que são os líderes os  que devem ser servidos, certo? Entretanto, escritores como Robert K. Greenleaf e outros enfatizaram que os melhores líderes realizam muito mais servindo àqueles a quem lideram.  Ele iniciou o Greenleaf Center  for Servant Leadership com o objetivo de aprofundar essa filosofia.  O conceito de liderança de servo também é encontrado na Bíblia, melhor exemplificado  por Jesus Cristo.  Falando a Seus seguidores Jesus afirmou: “Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em resgate por muitos.” (Marcos 10:45).  Antes disso Ele tinha dito: “E quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo de todos” (Marcos 10:44).    

     Há apenas um problema com isso: Eu sei que Deus quer que eu seja um servo, mas eu não gosto de ser tratado como um. O meu “lado carnal” quer que as pessoas vejam meus atos de serviço e pensem ou digam: “Ora, o Ken não é mesmo um maravilhoso homem de Deus?” Infelizmente, o verdadeiro servo não é notado;  em geral, é até mesmo ignorado. O verdadeiro servo apenas deseja servir e ver seu amo ser exaltado, sem pensar em si mesmo
 em ser reconhecido ou receber algum crédito. Você saberá como é ser um servo...quando for tratado como um.

   Ao ponderar sobre isso fiquei impressionado com o que o escritor Henry Blackaby escreveu a respeito. Ele expressa isso muito melhor do que eu poderia fazê-lo, assim aqui vai o resumo:  “Pois quem é maior: o que está à mesa, ou o que serve? Não é o que está à mesa? Mas Eu estou entre vocês como quem serve” (Lucas 22:27).  

  “A medida da grandeza no reino de Deus difere totalmente da do mundo. Nossa sociedade idolatra o rico, o poderoso, o belo e o atlético. Chegamos a tornar celebridades aqueles que descaradamente exibem sua imoralidade. O mundo sustenta que é humilhante servir aos outros. Entretanto, o reino de Deus rejeita completamente a medida do mundo de aprecia-ção, dando maior honra àqueles que mais servem.  Uma pessoa que serve generosamente, amorosamente, sem reclamar e sem buscar reconhecimento é altamente considerada no reino de Deus.  Quando Jesus entrou no cenáculo com Seus discípulos, estes procuraram o lugar mais destacado para sentar-se; Jesus procurou um lugar para servir. Enquanto eles inconvenientemente esperavam para ser servidos, Jesus pegou uma toalha e uma bacia para lavar-lhes os pés (João 13:1-15). Nós, cristãos, gostamos de nos referir a nós mesmos como servos, mas dificilmente nos contentamos em ser tratados como servos!  Somos tentados a adotar a avaliação mundana de importância. Mas, quando olhamos para Jesus como nosso modelo, vemos que é necessário um caráter muito mais nobre para servir do que para ser servido. 

 O mundo avalia sua importância pelo número de pessoas que servem você. Deus está mais preocupado com o número de pessoas que você está servindo. Se você se vê em conflito para ser um servo, seu coração pode ter se afastado do coração de Deus. Peça a Jesus para ensinar-lhe generosidade e dar-lhe a Sua força para seguir o Seu exemplo. Espere pelo convite que Jesus lhe fará para juntar-se a Ele no serviço aos outros.  O convite vai chegar.”   Quem são as pessoas que você lidera? E as pessoas que estão em sua esfera de influência, até mesmo colegas de trabalho? Como você poderia demonstrar a verdadeira liderança – a liderança de servo – servindo a essas pessoas, demonstrando o quanto elas são importantes e colocando-as e as necessidades delas em primeiro lugar, até mesmo diante das suas próprias necessidades?

 

Próxima semana tem mais!    Artigo de autoria de Ken Korkow, que mora em Omaha, Nebraska, U.S.A., onde ele serve como Diretor do CBMC. Adaptado de “Fax of Life” (Fax da Vida), coluna que ele escreve semanalmente. Usado com a devida permissão.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão de Juan Nieto (jcnieto20@gmail.com)..

.

Questões Para Reflexão ou Discussão  

1. O que lhe vem à mente ao ouvir a expressão “liderança de servo”?

2. Você já viu alguém demonstrando o que é ser um líder que serve?  Quem era essa pessoa e como ela liderava através de servir aos outros?

3. Uma das dificuldades na busca para ser um líder que serve, segundo o autor, é o “perigo” de realmente ser tratado como servo.  Por que isso seria um problema?

4. Se você decidisse se tornar um líder que serve – ou um líder melhor – o que isso iria requerer?  Você estaria disposto a fazer o que fosse preciso para efetivamente liderar outros por meio de servi-los? 

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Mateus 8:20; 20:20-28; Lucas 22:27; 2Coríntios 8:9; Filipenses 2:3-4, 7. 

1. O que lhe vem à mente ao ouvir a expressão “liderança de servo”?

2. Você já viu alguém demonstrando o que é ser um líder que serve?  Quem era essa pessoa e como ela liderava através de servir aos outros?

3. Uma das dificuldades na busca para ser um líder que serve, segundo o autor, é o “perigo” de realmente ser tratado como servo.  Por que isso seria um problema?

4. Se você decidisse se tornar um líder que serve – ou um líder melhor – o que isso iria requerer?  Você estaria disposto a fazer o que fosse preciso para efetivamente liderar outros por meio de servi-los? 

Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: Mateus 8:20; 20:20-28; Lucas 22:27; 2Coríntios 8:9; Filipenses 2:3-4, 7. 

 


MANÁ DA SEGUNDA® é uma reflexão semanal do CBMC - Connecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2018 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL - E-mail:adm.mana@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, inglês, italiano e japonês. Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é considerada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie e-mail para adm.mana@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2018 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.