Cada Dia, o Ano Todo!
Maio
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
 



...Segundo colocado

MANÁ DA SEGUNDA www.cbmc.org.br  17 de novembro de 2008

Onze anos servindo as comunidades empresarial e profissional


Segundo Colocado - Primeiro Perdedor  por Sergio Fortes

 

Vinte e duas mulheres fisicamente preparadas e talentosas competiram na final de futebol dos recentes Jogos Olímpicos de Pequim. Lutaram valentemente para concretizar seu sonho: conquistar a ambicionada medalha de ouro. Não importando o quanto ambas as equipes jogassem, havia apenas uma única medalha de ouro. Somente uma venceria. A outra teria que perder. 

     O tempo regulamentar terminou sem gol. Na prorrogação os times se alternaram chutando ao gol adversário, na tentativa de liderar o marcador e ser vencedor. A cobertura televisiva mostrou uma das jogadoras numa clara demonstração de desespero.
      Ao errar mais um chute exclamou: “Meu Deus, o que está acontecendo?” 

    Finalmente um dos times venceu. Exaustas, as perdedoras sentadas ou deitadas no gramado, choravam. A frustração era evidente. Em seus lares, a TV mostra parentes desapontados de algumas jogadoras derrotadas rompendo em lágrimas. No pódio, na cerimônia de premiação, o time de belas jovens com olhos vermelhos e inchados, não fazia a menor tentativa de ocultar o sentimento de derrota. Sem emoção, sorrisos ou alegria,
     - receberam a medalha de prata do segundo colocado como algo de pouco valor. 

    O mundo profissional e empresarial não difere muito desse cenário das Olimpíadas. O ambiente corporativo se divide em vencedores e perdedores. Os que alcançam o segundo lugar são menosprezados e sem nenhuma razão para celebrar. Sentem-se fracassados. Um popular piloto brasileiro de Fórmula 1 declarou certa vez:
                    #“O segundo colocado é o primeiro perdedor”. 

  Os Jogos Olímpicos premiam também atletas que se colocam em segundo e terceiro lugares. Mas será que isso tem algum significado, já que somente a medalha de ouro é que realmente importa ?  Um atleta que conquistou o terceiro lugar, abandonou a medalha de bronze no pódio argumentando que investira quatro anos para ganhar o ouro. Algo menos que ouro era inaceitável.  

    Competidores em eventos dessa natureza sabem que não podem cometer nenhum erro. Afinal, erros geram a perda da chance de ganhar o ouro. Valorizamos tanto o prêmio da vitória que subestimamos o valor do fracasso. Ao receber o Prêmio Nobel de Física pela descoberta da teoria quântica, Max Planck citou Goethe, escritor e filosofo alemão: “Enquanto lutar por alguma coisa, o homem sempre estará sujeito a cometer erros”.  Em outras palavras, para avançar efetivamente não apenas cometeremos erros, como também aprenderemos com eles. 

    Ainda assim, admitir a derrota – e seu irmão gêmeo, o fracasso – nos amedronta. A sociedade saúda o vitorioso, paga tributo ao vencedor, premia o primeiro lugar. O perdedor fica abandonado no gramado, afunda atrás da escrivaninha, abandonado às agruras de ser “vice-campeão”. Assim, ocultamos nossos erros. Mascaramos nossos fracassos. Falência, insolvência, traição de sócio, tudo  se encaixa na categoria de “segundo colocado”. Inaceitável.  Albert Einstein, aclamado gênio e físico, declarou: “Uma pessoa que nunca cometeu um erro jamais tentou alguma coisa nova”. Na dura luta por sucesso, deter-minados a atingir o primeiro lugar, corremos o risco de esquecer importantes valores do 'perdedor'. Jesus alertou: “Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro,
                                                 #  se perder a sua alma?” (Mateus 16.26). 

 Saber estabelecer prioridades e distinguir o essencial do supérfluo é fundamental. Paulo, o apóstolo, compreendeu isso: “E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas e as considero como esterco, para que possa ganhar a Cristo” (Filipenses 3.8). 

     Nem sempre é possível vencer.
      -  Mas sempre será possível decidir o que NÂO  queremos perder.

 

Próxima semana tem mais!


Texto de autoria de Sergio Fortes, advogado e consultor de empresas, membro do CBMC BRASIL e morando em São Paulo, que conhece bem as pressões e o estresse do mercado de trabalho. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes (fortes@cbmc.org.com) / MANÁ DA SEGUNDA® é uma refelxão semanal do CBMC - Conecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2008 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: liong@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês /  Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é consi-derada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para liong@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão

 

1.  Se teve oportunidade de assistir as últimas Olimpíadas, sua atenção se concentrou
 apenas nos vencedores, ou notou as reações dos que ficaram em segundo ou terceiro lugar? 
2.  Qual sua reação à alegação do autor de que prestamos um desserviço às pessoas, ao tirar o mérito dos que batalharam, mas não conseguiram conquistar o primeiro lugar? 
3.  As citações de Goethe e Einstein parecem endossar a opinião de que cometer erros e experimentar fracasso são ingredientes essenciais ao sucesso. Que pensa disso? 
4.  Seja nos esportes, nos negócios ou outra área da vida, muitos terão que aceitar a segun
     da ou terceira colocação. Isso diminui o estímulo para nos esforçarmos para ser os
 melhores?

5.Se desejar considerar outras passagens da Bíblia sobre o tema veja:
   Mateus 19.28-30; I Coríntios 9.24-27; Filipenses 3.12-14; II Timóteo 2.3-6. 

Para assinar ou cancelar - http://cbmc.org.br/mana.htm







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.