Cada Dia, o Ano Todo!
Junho
D S T Q Q S S
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930    
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
09.06 Pentecostes oc
Esp Sto: não entristecer (4) oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
EspSto no VT (1 )
Esp Sto no NT (2)
Esp Sto: ordens ( 3 )
 



...Poder da gentileza

MANÁ DA SEGUNDA  www.cbmc.org.br           

8 de março de 2010

Doze anos servindo as comunidades empresarial e profissional


            O Poder da Gentileza    Por Rick Boxx
Minha esposa e eu estávamos celebrando o aniversário de casamento em nosso restaurante preferido. Quando terminamos o prato principal, o garçom que nos servia, nos trouxe uma deliciosa sobremesa com os cumprimentos de Lilly, uma conhecida com quem cruzamos no restaurante nessa mesma noite.

   Devido a experiências não muito agradáveis que tivéramos com Lilly no passado, ficamos extremamente surpresos ao sermos alvo de sua inesperada generosidade. Ao deixar o res-taurante levamos conosco uma nova descoberta do caráter benevolente dela, característi-
ca  que não conhecíamos antes. 

     No ambiente de trabalho a maioria de nós aprendeu que não é incomum enfrentarmos
 relacionamentos tensos e sentimentos de ira sobre uma série de questões. Por vezes, a tensão é o resultado positivo de um conflito criativo, mas geralmente, ao contrário, é resultante de competição, inveja, ciúme ou simplesmente animosidade entre pessoas de personalidades, valores e objetivos diferentes. Embora tais circunstâncias possam ser vistas como normais, elas não devem ser ignoradas, pois podem se tornar nocivas e contraproducentes se não tratadas apropriadamente.
Precisamos aprender a abordar tais questões e resolvê-las, se quisermos sustentar relacionamentos de trabalho efetivos e duradouros.

    Voltando a pensar na Lilly, lembrei-me do texto bíblico em Provérbios 21.14, que ensina:
 “O presente que se faz em segredo acalma a ira, e o suborno oferecido às ocultas apazigua a maior fúria.”  Pode soar simplista, mas mostrar gentileza e generosidade sob a forma de um simples presente pode ajudar a pacificar a ira. Isto não quer dizer que devemos procurar “comprar” a solução de conflitos interpessoais. O melhor é procurar a pessoa com quem 
mantemos uma disputa e discutir o problema de maneira civilizada e educada.

     Uma outra passagem bíblica afirma que, “Quem tem conhecimento é comedido no falar, e quem tem entendimento é de espírito sereno” (Provérbios 17.27). Um outro versículo amplia esta ideia: “Sem lenha a fogueira se apaga; sem o caluniador morre a contenda” (Provérbios 26.20). Se soubermos abordar de maneira apropriada a causa de um desentendimento ou conflito, sem adicionar mais combustível ao fogo, podemos ser capazes de curar um relacionamento deteriorado. 
   
É de conhecimento geral que ações falam mais alto do que palavras. Juntamente com 
expressões verbais de desculpas ou desejo de reconciliação, um gesto de gentileza é capaz
de confirmar que nossos intentos são genuínos. Isso pode envolver, como aconteceu com Lil-ly, um pequeno presente surpresa. Ou algo simples como um cartão ou nota, comunicando

por escrito nosso desejo ou preocupação de deixar de lado a razão da contenda.

     Sem um gesto de gentileza o conflito pode persistir indefinidamente, como nos lembra Provérbios 18.19: 'Um irmão ofendido é mais inacessível do que uma cidade fortificada, e as discussões são como as portas trancadas de uma cidadela.” 

     Se você tem diferenças não resolvidas com alguém, hoje seria um bom dia para começar a resolvê-las.      Próxima semana tem mais!


Rick Boxx é presidente e fundador da 'Integrity Resource Center', escritor internacionalmente reconhecido, conferencista, consultor empresarial, CPA, ex-executivo bancário e empresário. Adaptado, sob permissão, de 'Momentos de Integridade com Rick Boxx', um comentário semanal acerca de integridade no mundo dos negócios, a partir da perspectiva cristã. Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes (fortes@cbmc.org.com) /    MANÁ DA SEGUNDA® é uma refelxão semanal do CBMC - Conecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2008 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: liong@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês./ Somos contra o SPAM na rede e em favor do direito à privacidade. Esta mensagem não é consi
derada SPAM, pois o remetente está identificado, o conteúdo claramente descrito e com a opção de exclusão de seu e-mail. Para exclusão do seu nome de nossa lista de mailing , por favor, envie um email para liong@cbmc.org.br escrevendo 'REMOVER' no campo de assunto.


Questões Para Reflexão ou Discussão  

 

1. Pensando na gentileza de Lilly, alguém já fez algo assim por você? Como você reagiu ou como reagiria sendo alvo de gesto parecido? 

2. Seja franco: você pode pensar em algum aborrecimento ou conflito não resolvido que tenha com alguém neste momento? Se a resposta é afirmativa, como surgiu essa situação e o que você poderia fazer para resolver a questão? 

3.  A ideia de oferecer um presente para uma pessoa como “bandeira de paz” para por fim a uma contenda lhe parece aceitável?  

4.  Você acha importante pelo menos tentar resolver conflitos interpessoais ou vê os desentendimentos como inevitável realidade da vida?

5.  Desejando considerar outras passagens da Bíblia relacionadas ao tema, sugerimos: 
              Provérbios 15.17; 16.24; 18.16; Mateus 5:21-26;  18:15-19. 

 

Para assinar ou cancelar - http://cbmc.org.br/mana.htm







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.