Cada Dia, o Ano Todo!
Setembro
D S T Q Q S S
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

08 26 ( 7) BATALHA ESPIRITUAL oc Rv
08 25 (12) QUEM é O INIMIGO? oc Rv
10.12 oc...como CRIANÇAS!
* 12.10...Bela Mensagem (IBR)
08 04 Ser Pai ! oc
* 12.17 ...Símbolos do Natal
08 07 Elo entre gerações oc he
* 12.18 ...Origem do Natal
* 12.21...Início do verão
12.23 ... ***Por que 25 de dezembro?
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
* 12.13 Como temos a Bíblia? esc
Afinal, quem é ...
08.25 Dia do soldado oc
12.14 X Feriado pagão?
09.01 ESPERANÇA I oc
esperança 2 oc
vamos ler juntos! oc
 



Sal

Versículo do dia: Sal à vontade. (Esdras 7.22)

O sal era usado em todas as ofertas queimadas ao fogo para o Senhor. Por suas propriedades de preservação e de purificação, o sal era um símbolo da graça divina no coração. Merece nossa atenção o fato de que quando Artaxerxes deu sal a Esdras, o sacerdote, não estabeleceu limite de quantidade (ver Esdras 6.9). Podemos estar certos de que o Rei dos reis, ao distribuir suas graças entre os participantes do sacerdócio real, não diminui a quantidade suprida. Com freqüência, somos restritos em nós mesmos, mas nunca somos restritos no Senhor. Aquele que decide recolher muito maná descobrirá que pode ter o quanto deseja. Em Jerusalém, não existe períodos de fome em que os cidadãos têm de comer seu pão racionado e beber sua água em medidas. Algumas coisas na economia da graça são medidas; por exemplo, nosso vinagre e nosso fel nos são dados com tal exatidão que nunca temos uma única gota a mais, mas do sal da graça não é feita restrição. “Tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá” (João 11.22). Os pais precisam lacrar as vasilhas de doces, mas não têm necessidade de fechar e esconder as vasilhas de sal, pois os filhos não comerão avidamente o sal. Um homem pode ter dinheiro demais, bem como honra demais, mas não pode ter demais da graça de Deus. Jesurum “engordando-se … deu coices” (Deuteronômio 32.15) contra Deus, mas não há possibilidade de o homem tornar-se cheio demais da graça. É impossível ter graça demais. Mais riquezas trazem consigo mais inquietações; todavia, mais graça traz consigo mais regozijo. Mais sabedoria é mais tristeza, mas a abundância do Espírito é a plenitude de gozo. Crente, busque o trono de Deus, suplicando-lhe amplo suprimento de sal celestial. Este temperará suas aflições, as quais não têm sabor sem sal. Ele preservará seu coração das corrupções, e, matará seus pecados assim como o sal mata os répteis. Você necessita muito. Busque muito, e terá muito.

extr 

https://voltemosaoevangelho.com/blog/2016/12/13-de-dezembro-devocional-diario-charles-spurgeon/?utm_source=inf-devocional-spurg-ve&utm_medium=inf-devocional-spurg-ve&utm_campaign=inf-devocional-spurg-ve







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2021 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.