Cada Dia, o Ano Todo!
Maio
D S T Q Q S S
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      
BUSCA:
  

Menu Principal

INICIANTES
    Evangelismo
    Principiantes
    Discipulado
    Discipulador
    Introdução à Bíblia
    Apostilas
AVANÇADO
    Homilética
    Hermenêutica
    Religiões
    Seitas
    Doutrinas
    História da Igreja
VIDA CRISTÃ
    Aos Cristãos em Geral
    Aconselhamento
    Minhas Pérolas
    Finanças
BÍBLIA
    As Escrituras
    VT - Diversos
    VT - História
    VT - Livros
    VT - Sinopse
    NT - Diversos
    NT - História
    NT - Livros
    NT - Sinopse
    Mapas
    Cronologias
    Provérbios
    Salmos
    Panorâmica
    Bíblia Toda em Um Ano
    Esquemas Mensais
ELES / ELAS
    Casais
    Homens
    Líderes
    Liderança
    Maná da Segunda
    Mulheres
    Dicas
    Receitas
EBD / EBF
MISSÕES
    Missões
    Missionários
    Diversos
DIVERSOS
    Hoje
    De a A a Z
    Folhetos
    Reflexões
    Eventos
    Dias Especiais
    Ocasiões
    Publicações

05 13 LIVRES por Jesus ! oc
05 01 Dia do Trabalho oc
05 02 sobre o Trabalho oc rfx
05 13 Abolição oc
05 15 Efeitos da libertação oc rfx
Dentro.Fora da IGREJA oc
05 04 Mãe, que presente quer ? oc
1+ 1 = 1 ? * oc rfx
07 de abril Hist oc
é FERIADO oc
*Devocionais de janeiro oc
uma cançãopara amenizar
 



02.03...Assuntos do Coração

MANÁ DA SEGUNDA,www.cbmc.org.br 03 de fevereiro de 2008

Dez anos servindo as comunidades empresarial e profissional


Assuntos do Coração,  Por Robert J. Tamasy

 

A maioria das pessoas no meio empresarial e profissional se orgulha de sua racionalidade e pragmatismo, agindo sempre de modo direto e prático. “Não há espaço para sentimentos!”
         ― é o lema de muitos, ao tomar decisões que afetam suas organizações. 

Porém, todos nós somos afetados, em maior ou menor grau, por nossas emoções.
       * Podemos até passar a imagem de alguém prático e focado nos fatos ao agir, mas inevitavelmente nossos desejos mais íntimos exercem influência significativa nos pensa-mentos e condutas do cotidiano. Isto se manifesta na forma como reagimos a superiores, a fornecedores, a clientes e na interação com
colegas. 
 A
fetos e interesses estão presentes nas decisões de uso do tempo ou do dinheiro.
       Determinam para onde viajaremos nas férias ou onde almoçar ou jantar. 
Os 'assuntos do coração' talvez exerçam mais impacto sobre COMO protegemos o que afirmamos ser mais importante para nós, como cônjuge, filhos, reputação, valores morais
* Uma empresária que ama o marido usará de sabedoria para não passar tempo indevido em conversas privadas com colegas de trabalho, que ela acha particularmente atraentes e que a fazem se sentir especial. Um executivo que afirma que os filhos são sua prioridade deveria considerar o impacto que as constantes viagens e longas jornadas de trabalho, com vistas à tão sonhada promoção, tem sobre eles.

               Precisamos considerar se vale a pena fechar um importante contrato,
                        -  se o preço incluir transigir com a ética. 
A Bíblia nos lembra:
“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as saídas da vida” (Provérbios 4.23). Um ditado contemporâneo afirma: “Se lhe dá prazer, faça!”

  *Um ponto de vista similar coloca a questão da seguinte maneira: “Como pode ser errado, se isso faz você se sentir tão bem?” Socar um cliente irracional que o levou ao ponto máximo da ira, pode até fazê-lo se sentir bem, mas isso jamais será a coisa certa. 
    *
O coração, descrito como “trono das emoções”, pode nos enganar facilmente, sobretudo quando um objetivo ou alvo atraente estiver envolvido. Importa “guardar nosso coração”, estabelecendo diretrizes inabaláveis que governem nosso pensamento e comportamento, diante de oportunidades que nos seduzam a transigir.   
     * O coração influencia o que fazemos e por quê. É fácil racionalizar ações questionáveis. Mas mesmo coisas boas podem estar erradas, se feitas por motivos impróprios. “Todos os caminhos do homem lhe parecem puros,
                      - mas o Senhor avalia o espírito” (Provérbios 16.2). 
    * Nossas ações refletem a pureza do nosso coração. Todos nós podemos aparentar possuir um coração puro na ausência de desafios morais ou éticos. O teste se dá quando surgem situações questionáveis que exigem uma decisão clara.  (Provérbios 17.3).   
     
“O crisol é para a prata e o forno é para o ouro, mas o Senhor prova o coração” 

    *  Quando nosso coração é correto, as pessoas notam. Transigir pode proporcionar recompensas de curto prazo, mas a recompensa duradoura de ser reconhecido como alguém íntegro, confiável e honesto é bem maior.  Provérbios 22.11
“O que ama a pureza do coração e tem graça nos seus lábios terá por seu amigo o rei” (

Próxima semana tem mais!


Texto de Robert J. Tamasy, vice-presidente de comunicações da Leaders Legacy, corporação beneficente com sede em Atlanta. Georgia, USA.  Com mais de 30 anos de trabalho como jornalista, é co-autor e editor de nove livros.  Tradução de Mércia Padovani. Revisão e adaptação de J. Sergio Fortes (fortes@cbmc.org.com)


MANÁ DA SEGUNDA® é uma refelxão semanal do CBMC - Conecting Business and Marketplace to Christ, organização mundial, sem fins lucrativos e vínculo religioso, fundada em 1930, com o propósito de compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo com a comunidade profissional e empresarial. © 2008 - DIREITOS RESERVADOS PARA CBMC BRASIL -  E-mail: liong@cbmc.org.br -Desejável distribuição gratuita na íntegra. Reprodução requer prévia autorização. Disponível também em alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês.


Questões Para Reflexão ou Discussão

   

1.  Você se considera uma pessoa racional e pragmática,
               - cujas ações e decisões não são influenciadas pela emoção?   

2.  Pense numa situação na qual você ou alguém que conheça exibiu um comportamento ou tomou uma decisão claramente influenciada pelo coração e não  pela razão. 
                -  Qual foi o resultado?  

3.  Falando de modo prático, o que você faria para “guardar seu coração”
               - e proteger as áreas mais importantes de sua vida?

4.  Dizem que uma maneira de assegurar que nosso coração e motivos sejam corretos é prestar contas a outra pessoa, permitindo que nos faça perguntas, mesmo as mais difíceis. Você tem um relacionamento assim ou acha que isso poderia lhe ser útil?  

 

5- Se desejar consultar outras passagens da Bíblia relacionadas a este assunto, veja:
           Provérbios 21.2; 26.24-26; Jeremias 17.9; Mateus 15.18-19  #
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
 

  







Pérolas.Preciosas - Copyright © 2005-2020 - Todos os direitos reservados ao autor
Permitido imprimir, tirar cópias e colocar em boletins informativos, desde que citando a fonte.